Comparar listagens

Microapartamentos x Moradia Compartilhada

Entenda o que são essas novas tendências

Microapartamentos x Moradia Compartilhada

A cultura e o nosso modo de vida estão em constante transformação. Conforme a sociedade se desenvolve e novas tecnologias e formas de interação surgem ao nosso redor, também vão surgindo diferentes maneiras de se morar.

Até pouco tempo atrás, era comum encontrarmos a maioria das casas e apartamentos habitados por membros de uma mesma família. Hoje, entretanto, esse costume vem abrindo espaço para outros modos de vida. Entre eles, encontramos quem escolha pelos Microapartamentos e quem prefira se estabelecer em uma Moradia Compartilhada. Afinal, você sabe que opções são essas?

Moradia Compartilhada

Também chamada de Co-living, essa nova forma de entender a moradia está associada a um modo de vida coletivo. Antes, ao pensar em várias pessoas dividindo uma casa, não vinha à mente muitas alternativas além da ideia de família. Os tempos mudaram.

Movidos por uma necessidade de alcançar autonomia e independência, associada, ao mesmo tempo, pela vontade de permanecer em convívio, muitas pessoas têm preferido essa alternativa. A ideia básica é encontrar um local para morar que preserve sua individualidade, ao mesmo tempo que fomenta a interação entre pessoas com interesses compartilhados e incentiva ideias de coletividade e sustentabilidade.

Como funciona?

Através dos pilares da economia colaborativa, da integração, da sustentabilidade e do compartilhamento de tarefas e das áreas comuns – como sala, cozinha e lavanderia – este modo de vida tem sido buscado cada vez mais por todos os tipos de pessoas que buscam, por exemplo, soluções coletivas para os problemas de moradia dos centros urbanos.

Embora jovens, autônomos e nômades digitais estejam entre os maiores interessados em co-living, existem diferentes composições que acolhem à todas as idades e estilos de vida. Temos como exemplo diversas empresas de co-living que são especializadas em abrigar idosos e até famílias inteiras que, muitas vezes, desenvolvem sistemas de colaboração para o cuidado com as crianças.

Explicando

Com o crescimento e a popularização dessa forma de moradia, tem crescido também o número de profissionais e empresas especializados em construção e desenvolvimento de projetos de Co-living, algumas se estruturando em volta, inclusive, dos processos de seleção necessários para reunir os grupos da maneira mais harmoniosa possível.

Ainda tem dúvidas? Essa reportagem da Globo News pode te ajudar. Dá uma olhada aqui!

Por favor, siga e compartilhe:
error
img

Nova

Oi, tudo bem? Aqui é a Nova. Eu valorizo muito a vida e o tempo das pessoas, por isso estou sempre com novas ideias para trazer os melhores conteúdos pra você, com um atendimento cada vez mais personalizado e eficiente. Alguma dúvida? Fala comigo!

Posts relacionados

Laudos imobiliários terceirizados

O Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica (PTAM), nome oficial do laudo de avaliação de...

Continue lendo
por

Está faltando espaço?

Conheça 10 moradias que inovam no tamanho e na versatilidade!

Continue lendo
por

Casa ou Apartamento? Conheça os prós e contras

Se você está pensando em comprar um imóvel, é preciso considerar as características...

Continue lendo
por

Participe da discussão

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial