Esse post é pra você que anda buscando uma maneira mais harmoniosa de compor a decoração dos ambientes da sua casa ou do seu escritório. Ou para você que, até agora, achava que decoração é algo supérfluo. Na verdade, esse post é para todos que se preocupam com a sua saúde. Vamos ao que interessa?

Uma boa fonte de onde podemos obter ótimas ideias quando se trata de decorar um ambiente, é o Feng Shui, uma arte milenar de origem chinesa que, ao longo dos séculos, se espalhou pelo Oriente e, através da recente globalização, agora se encontra ao alcance de todos. Em tradução literal, o termo significa vento e água e tem como princípio fundamental a harmonia entre o terreno e as pessoas e construções que nele se estabelecem, visando uma plenitude no que diz respeito ao bem estar, saúde e prosperidade. Por harmonia, entende-se o equilíbrio entre todos os elementos que compõem um ambiente.

Com base nesses saberes ancestrais, a Nova separou algumas ideias para você manter um ambiente saudável e propício às suas atividades, sejam elas de lazer, descanso ou trabalho.

Organização espacial

Ao pensar na harmonização de um ambiente, devemos ter em mente que cada item utilizado causará uma influência no seu estado de espírito, humor, saúde e até na sua produtividade. Planejando bem a decoração dos ambientes, tenho certeza que será bem mais fácil explorar e aproveitar todas as potencialidades de cada parte do imóvel, utilizando-as da melhor maneira possível.

Questões como a disposição de pontos de luz, móveis, objetos e acessórios fazem toda a diferença. A iluminação, por exemplo, pode ser usada para destacar objetos importantes ou alguma parte especial do cômodo. Uma boa ventilação e acesso à luz do sol, por sua vez, é essencial para manter os ambientes mais limpos e saudáveis.


O tamanho, design e localização dos móveis também são responsáveis pela qualidade de vida. Se mal calculados, podem causar problemas de coluna, tendinites ou dores no corpo. É recomendada a opção de peças mais leves no lugar de móveis grandes e pesados, para que o cômodo possa parecer maior. Espelhos também são uma boa pedida, já que ajudam a ampliar o ambiente.

Ao escolher a composição, não se esqueça de priorizar a praticidade, sem nunca abrir mão da beleza! Quer ver um exemplo bem difícil? Cortinas e tapetes pesados, de tecidos espessos ou felpudos,  acabam acumulando muita poeira, sendo difíceis de limpar.

 

Alerta aos alérgicos de plantão!!

A dica para quem sofre com rinites, sinusites e outras ites, é sempre optar por materiais como palhas, bambus e outros que possam ser lavados com água, como persianas de madeira. Quanto aos tapetes, busque modelos que podem ser postos na máquina de lavar  ou enviados à lavanderia mais próxima.


Se atente às cores!

Tanto no cinema quanto nas artes plásticas e visuais, o uso das cores é fundamental para despertar as emoções desejadas pelo autor. Como grande exemplo dessa utilização, encontramos o livro “If it’s purple, someone’s gonna die”, da autora Patti Bellantoni, que evidencia a utilização dramática de cada cor, designando-as a sentimentos específicos que contribuem para a narrativa cinematográfica.

Enquanto isso, cientificamente falando, podemos encontrar alguns estudos de Psicologia que nos mostram um fator interessante: ser exposto à diferentes frequências de ondas eletromagnéticas pode realmente curar o corpo humano. Loucura, né? Ao pensarmos nossa decoração embasados nessas diferentes teorias, casos como hiperatividade, depressão, ansiedade e TDAH podem receber uma grande ajuda.

O que uma cor não faz, né? A gente sabe muito bem que, ao falar de cor, não falamos apenas sobre estética, mas também sobre humor e sentimento. Descobrir qual o melhor uso das cores em seu imóvel é essencial para compensar os desequilíbrios. Se você é muito agitado, por exemplo, é bom que o ambiente seja desenvolvido em cores que promovam o relaxamento. Se o que falta é disposição, os cômodos devem receber cores que promovam o entusiasmo. Áreas destinadas a crianças devem conter sempre cores vivas e bem variadas, trazendo um ar leve e descontraído ao ambiente. E por aí vai.

Ar fresco e natureza

Rio de Janeiro. Lar de praias lindas e de florestas encantadoras. Mas também de muita poluição, inevitável em um meio urbano como o nosso. Por isso, é importante termos maneiras para a purificar um pouco o ar que respiramos em nossa casa ou ambiente de trabalho. Os aparelhos de ar condicionado ajudam bastante (desde que você os limpe!), mas não são o suficiente. Uma outra alternativa, ainda mais sustentável, é a escolha por plantas que ajudem nessa purificação.

Este imóvel encontra-se para venda. Clique na imagem para mais detalhes. 👆

As plantas são seres vivos e, por isso, trazem vida e positividade ao ambiente. Além de filtrar o ar que respiramos, elas podem ajudar a reduzir os níveis de estresse e ansiedade, trazendo muito mais harmonia e leveza.

 

Aqui (https://blog.rubyfortune.com/br/plantas-de-interior) você irá encontrar 10 espécies de plantas que ajudam muito a reduzir o estresse e a ansiedade, assim como alguns benefícios que podemos receber ao cultivá-las e dicas sobre como fazer isso.

Viver na cidade grande pode ser bem angustiante, e a ausência de elementos naturais acaba nos trazendo altos níveis de ansiedade e depressão. O contato com a natureza, mesmo que seja através de uma janela com vista para o verde, ajuda a nos libertar um pouco desse ciclo, funcionando como uma terapia e reduzindo a pressão arterial e a produção de hormônios causadores do estresse. Quando você olha por uma janela e admira uma paisagem como o azul do céu de Copacabana, ou o verde das florestas do Jardim Botânico, você pode deixar sua mente ir para outro lugar e pensar em algo diferente. E que valor isso tem!

3 Dicas para manter a harmonia

Realmente, as escolhas que fazemos para compor nossa decoração são muito importantes. Mas além de escolher, devemos manter esse ambiente em boas condições, para que o equilíbrio trabalhado não se perca na correria do dia a dia. Aqui vão alguns pontos que precisam ser considerados quando pensamos nisso:

Se livre de objetos quebrados!

Sabe aquele acessório de decoração que você deixou cair quando estava limpando a estante? Ou abajur que você tanto quer consertar? Dê logo um jeito nisso! Os objetos quebrados, além de não trazerem uma boa aparência, desarmonizam a organização que você está buscando.

Não seja um acumulador!

Sejam móveis, utensílios, roupas ou cartões postais, se equilíbrio e prosperidade são seus objetivos, nunca é uma boa opção manter coisas demais. Venda, troque ou doe tudo aquilo que não usou nos últimos 5 anos (com muita generosidade). O Mundo está cheio de pessoas que poderiam aproveitá-los melhor.

Cultive um bom fluxo de energia

Para ajudar a manter a qualidade de satisfação e conforto que o local nos traz, uma ótima ideia é considerar a implementação de pedras, cristais e outros elementos naturais espalhados pelo imóvel. Isso trará um maior sentimento de paz e tranquilidade, sendo um grande incentivo para manter tudo funcionando de forma orgânica.

Conclusão:

Ter um ambiente confortável e receptivo faz toda a diferença! Se você busca manter os seus ambientes equilibrados e está sempre tentando inovar na decoração do seu imóvel, já temos algo em comum. Inspirado? Não deixe de conferir essas e outras novidades nos acompanhando no blog e nas redes sociais. Por que além de uma imobiliária de confiança, a Nova inova no jeito de ser.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.